Idéias e dicas para fazer um bom artesanato

Artesanato Natal


Arquivo da ‘artesanato em patchwork’


Porta celular passo a passo 0

Escrito el 14 novembro, 2012 por admin

Charme.
Todas as pessoas vão querer um porta-celular igualzinho a este.

Materiais utilizados.

• 20 cm de tecido de algodão floral verde – Tecido A
• 20 cm de tecido de algodão verde tom-tom – Tecido B
• 20 cm de tecido de algodão azul de bolinhas brancas – Tecido C
• 20 cm de feltrinho
• 1 fuxico feito com os tecidos usados
• Cortador circular
• Base de corte
• Tesoura
• Alfinetes
• Agulha de costura
• Lápis
• Régua
• Colchete de pressão
• 2 botões decorativos
• Linha de costura branca
• Linha de pesponto verde
• Ferro de passar
• Máquina de costura Tecido A (floral verde):
• 1 tira de 4,5 x 31 cm Tecido B (verde tom-tom):
• 1 tira de 3,5 x 50 cm (técnica)
• 1 tira de 4 x 50 cm (viés)
• 1 tira de 5 x 25 cm (alça) Tecido C (azul de bolinhas brancas):
• 1 tira de 3,5 x 50 cm (técnica)
• 1 tira de 9 x 31 cm (forro)

Passo a passo:

1 Com uma costura, una as tiras de 3,5 x 50 cm dos Tecidos B e C, (direito com direito).
2 Use a base e o cortador para cortar esta tira unida. Corte quatro partes de 3,5 cm.
3 Desta mesma tira, corte mais quatro partes de 7 cm.
4 Una as partes, direito com direito, com uma costura, alternando as cores e os tamanhos, para formar uma tira de 31 cm.
5 Costure, no sentido do comprimento, a tira do Tecido A.
6 Faça um “sanduíche” com o feltrinho, a técnica e a tira de 9 x 31 cm do Tecido C, direito com direito.
7 Alfinete e passe uma costura em uma das laterais menores.
8 Vire o trabalho e pesponte essa lateral e o centro do trabalho com ponto decorado.
9 Dobre o trabalho ao meio, no sentido do comprimento, e arredonde os cantos de uma lateral, com um lápis.
10 Com a tesoura, recorte os dois cantos.
11 Dobre a tira de 5 x 25 cm do Tecido B no avesso e passe uma costura para fazer a alça.
12 Desvire a tira e pes-ponte à máquina.
13 Marque 11 cm a partir da lateral arredonda. Dobre o trabalho até esta marca.
14 Dobre a alça ao meio e posicione-a no lado direito do trabalho, próximo à lateral arredondada. Alfinete.
15 Costure a tira de viés do Tecido B em volta de todo o trabalho, direito com direito.
16 Dobre o viés e dê acabamento com pontos invisíveis com a linha de pesponto verde.
17 Posicione e pregue as partes do colchete de pressão.
18 Pregue um botão decorativo, do -lado de fora, na direção onde foi pregado o colchete.
19 Decore com um fuxico feito com os mesmos tecidos utilizados, preso com um botão decorativo no centro.
TÉCNICA FINALIZADA.

Compartilhe no:
  • Orkut

Porta moedas tecido passo a passo 0

Escrito el 12 novembro, 2012 por admin

Capricho.

Mostre seu capricho e bom gosto nas pequenas peças.

TÉCNICA: catedral.

Materiais utilizados:

• 30 cm de tecido de algodão flora! -Tecido A
• 30 cm de tecido de algodão ferrugem – Tecido B
• 20 cm de feltrinho
• Retalho de feltro azul-claro
• Cortador circular
• Base de corte
• Tesoura
• Alfinetes
• Agulha de mão
• Colchete de pressão
• Lápis
• Régua
• Linha de costura laranja
• Linha de pesponto marrom
• Giz
• Ferro de passar
• Máquina de costura
• Moldes Tecido A (floral):
• 1 retângulo de 11 x 18 cm
• 1 retângulo de 12 x 24 cm (bolso interno)
Tecido B (ferrugem):
• 1 retângulo de 11 x 18 cm
• 1 tira de 4 x 50 cm (viés cortado em tecido enviesado)
Feltrinho:
• 1 retângulo de 11 x 18 cm

Passo a passo:
1 Retângulos de 11 x 18 cm na seguinte ordem: Tecido B, direito para cima, feltrinho e Tecido A, direito para baixo.
2 Quite o trabalho na diagonal a cada 3 cm, fazendo losangos.
3 Sobreponha o molde ns 1 ao retângulo quiltado e risque com o giz.
4 Recorte no risco e reserve.
5 Coloque o molde nB 2 sobre o retângulo de 12 x 24 cm do tecido A.
6 Com o lápis, faça as marcações feitas no molde.
7 Dobre o tecido ao meio.
8 Feche o tecido dobrado nas marcações para fazer as pregas. Alfinete.
9 Passe uma costura na parte dobrada e costure o lado das pregas a uma das pontas do trabalho, com ponto zigue-zague.
10 Coloque a tira de viés do tecido B no trabalho, direito com direito. Alfinete.
11 Vire o viés duas vezes, alfinete.
12 Dê acabamento com uma costura à máquina com ponto zigue-zague.
13 Pregue as duas partes do colchete de pressão nas extremidades do trabalho.
14 Recorte a borboleta no retalho de feltro azul-claro e prenda-a, fazendo o cor-pinho com a linha de pesponto marrom.
15 Deixe duas pontas da linha de pes-ponto marrom para fazer as antenas.
TÉCNICA FINALIZADA.

Compartilhe no:
  • Orkut

Capa de caderno em patchwork 0

Escrito el 08 novembro, 2012 por admin

Encanto.
Faça esta linda capa para o seu diário ou seu caderno de receitas.

Materiais utilizados:
• Tecidos com cinco estampas diferentes
• 30 cm de feltrinho
• Colchete de pressão
• 1 botão decorativo azul
• Cortador circular
• Base de corte
• Tesoura
• Alfinetes
• Agulha de mão
• Lápis
• Régua
• Linha de costura amarela, branca e vermelha
• Ferro de passar
• Máquina de costura Tecido A (estampa infantil):
• 1 quadrado de 12 cm
Tecido B (azul):
• 2 tiras de 2,5 x 12 cm (laterais do tecido infantil)
• 2 tiras de 2,5 x 14 cm (parte superior e inferior do tecido infantil)
Tecido C (estampa de margaridas):
• 1 tira de 4,5 x 13,5 cm (lateral da técnica)
• 1 tira de 6,4 x 17,5 cm (parte superior e inferior da técnica)
• 2 tiras de 10 x 23 cm (abas internas)
• 1 retângulo de 20 x 23 cm (capa do caderno)
Tecido D (xadrez amarelo):
• 1 retângulo de 23 x 34 cm (forro) Tecido E (vermelho.):
• 1 tira de 6 x 14 cm (suporte do botão)
• 1 tira de 2 cm x 1,4 m (viés)

Passo a passo.
1 Ao quadrado do tecido A, una, com costura, as duas laterais do tecido B, vinque com o ferro, e costure as partes superior e inferior do tecido B.
3 Em seguida, costure as duas tiras 6,5 x 17,5 cm na parte superior e inferior da técnica.
2 Na lateral direita do trabalho, costure a tira de 4,5 x 13,5 cm do tecido C.
4 Abra as costuras e vinque-as com o ferro de passar.
5 Costure o retângulo do tecido C no lado esquerdo da técnica, direito com direito.
6 Faça um “sanduíche” com o feltrinho, o retângulo do tecido D e a técnica, avesso com avesso.
7 Quilte todo o trabalho com quadrados de 5 cm, cuidando para não quiltar o quadrado infantil.
8 Pegue as duas abas do tecido C, vinque 1 cm em um dos lados e passe uma costura.
9 Posicione as abas sobre as laterais do tecido D. Alfinete.
10 Vinque ao meio a tira de 6 x 14 cm do tecido. Dobre as bordas e as pontas para dentro e pesponte à máquina.
11 Prenda a tira no meio da lateral da parte de trás da capa.
12 Passe uma costura em zigue-zague ao redor de todo o trabalho para prender as partes.
13 Dê acabamento com o viés do tecido E. Costure-o no trabalho, direito com direito, vire-o e rebata com ponto decorativo.
14 Com linha vermelha, prenda as partes do colchete de pressão.
15 Pregue o botão decorativo com a linha amarela.
TÉCNICA FINALIZADA.

Compartilhe no:
  • Orkut

Quadros em tecido 0

Escrito el 21 julho, 2011 por admin

Quadros com bandeiras.
MATERIAL EMPREGUE:
Em cor bege Lnho COATS CLARK Molioé Anchor. nos cores que figuram junto aos esquerros. Umo agulha de botcbt.
PONTOS EMPREGUES: Ponto de cruz e Ponto lineal.
REAUZAÇÃO: Dividir o linho em 4 parles iguais com um alinhcvo em corcontraslonle. Centrar os motivos contandos os lios do linho e lendo em conla que cada símbolo do esquema corresponde a 2 fios do linho, em cada sentido. Bordar com 2 fios da linha Muliné Anchor sobre 2 fios do linho em coda sentido, poro o ponto de cruze com 1 fiode linho sobre 2 fios do linho, em cada sentido, para o ponto lineal, seguirdo o esquema correspondente.

Compartilhe no:
  • Orkut

Material para patchwork 0

Escrito el 03 dezembro, 2010 por admin

Material valioso:
Infelizmente, algumas pessoas esbarram na iniciação do patchwork pelos preços não muito baratos de suas principais ferramentas, como cortadores, réguas e placas. Portanto, ao comprá-los tome cuidado especial c guarde-os corretamente. Dê atenção especial às tesouras: reserve uma apenas para cortar os tecidos, caso contrário, seu corte-é perdido rapidamente. Como criatividade é a alma do negócio, utilize o acetato, aquele utilizado em radiografias, para fazer moldes. Sua preparação é simples: mergulhe-o na cândida até ficar transparente.

Compartilhe no:
  • Orkut

Trabalhos manuais em patchwork 0

Escrito el 27 novembro, 2010 por admin

O principal obstáculo que os principiantes enfrentam é o medo de errar. Mas para chegar a um trabalho realmente satisfatório é mais do que comum errar nas primeiras vezes, afinal, é com os erros que se aprende”, explica.
“Mais do que ensinar, quero que as pessoas descubram, como eu, que o patchwork não c um bicho de sete cabeças e os resultados finais são simplesmente maravilhosos”, confessa a fã incondicional deste trabalho puramente artesã na I.

Compartilhe no:
  • Orkut

Materiais exclusivos para o patchwork 0

Escrito el 26 novembro, 2010 por admin

A boa e velha propaganda boca a boca fez com que trabalhasse arduamente para dar conta dos pedidos, até que teve a oportunidade de divulgar uma de suas peças em um renomado jornal de São Paulo. Uma coisa puxa a outra e convites para participar de programas de tevê e revistas especializadas surgiram, tornando o trabalho requintado e apurado de Maria conhecido em todo o Brasil.
Com todo este sucesso, o Ateliê Maria tornou-se realidade – um local de fazer os apaixonados pela arte se perderem no meio de tantos tecidos e materiais exclusivos para o patchwork.
Maria, que divide seu tempo com a carreira de jornalista, artesã e professora, aconselha as pessoas a não terem medo de começar o trabalho.

Compartilhe no:
  • Orkut

Novidades em patchwork 0

Escrito el 25 novembro, 2010 por admin

TALENTO e CONHECIMENTO.
Maria descobriu o patchwork depois de uma viagem feita aos Estados Unidos. A riqueza dos detalhes e a beleza das peças fisgaram o coração desta jornalista que não pensou duas vezes em se dedicar a esta arte extraordinária. Depois de cursos feitos no Brasil e no exterior, começou a trabalhar sem parar. No começo, tinha um espaço em sua casa onde passava horas a criar peças e descobrir as mais infinitas possibilidades de combinações que o patchwork permite. Logo os amigos conheceram seu trabalho e os pedidos começaram a surgir. Outras novidades em patchwork em pintura tecido.

Compartilhe no:
  • Orkut

Tecnicas de patchwork 0

Escrito el 24 novembro, 2010 por admin

Por esta razão, é sempre muito prazeroso mostrar a vocês, queridos leitores, as diferentes possibilidades de fazer artesanato. Esta edição traz a beleza dos retalhos do patchwork – a arte de reunir tecidos que encanta por sua explosão de cores e combinações geométricas.
Para isso, Maria nos mostra, com seu altíssimo bom gosto e competência, maneiras diferentes e simples de usar o patchwork no dia-a-dia. Peças que trarão um encanto especial para a sua cozinha, guarda-roupa, sala, entre outros.
Então, não perca tempo e comece, atentamente, a produzir suas peças de sucesso. Nunca foi tão gostoso fazer patchwork! Bom trabalho e até a próxima!

Compartilhe no:
  • Orkut

Arte do patchwork 0

Escrito el 23 novembro, 2010 por admin

Esta lenda reflete bem a importância que um trabalho manual tem para as pessoas. Devido não só ao fato de trazer retornos financeiros, mas, principalmente, pelo prazer e vontade que você sente ao realizar um trabalho. E foi exatamente esta palavra, prazer, que a artesã Marília Salomão define, em uma só palavra, a arte do patchwork.
A riqueza incontestável desta arte que existe há milhões de anos (o trabalho mais antigo foi encontrado no Egito em 980 a.C.) é a prova de que o artesanato é um trabalho capaz de atra- . vessar milênios sem perder sua graça e originalidade. Mais trabalhos em patchwork veja tapetes croche.

Compartilhe no:
  • Orkut


↑ Top