Idéias e dicas para fazer um bom artesanato

Artesanato Natal


Arquivo da ‘artesanato’


Balde decorado com flores 0

Escrito el 11 setembro, 2012 por admin

Material: peça de latão; lixa fina específica para metal (encontrada em loja de material para construção); álcool; pano para limpeza; carbono de cor acinzentada, próprio para risco em porcelana e material similar; papel vegetal; tinta látex semifosca nas cores creme, vermelho-fogo, marrom, azul, verde-musgo e verde-bandeira, amarela, ocre; verniz para madeira; pincéis finos de cerdas redondas macias n°s O, 2 e 4, da Tigre; pincel médio n” 16, série 165, da Tigre; lápis grafite preto; flanela; potinhos para diluir a tinta em água.

Prepare a peça e pinte toda de creme. Orientandose pela foto, faça faixas na horizontal: uma com azul misturado com um pouco de verde, cor também usada na base do balde, e outra com vermelho misturado com marrom. Ao centro do balde, repita duas vezes o risco na horizontal, como mostra a foto, e pinte o desenho. Use o amarelo para as flores e contorne suas bordas com vermelho misturado ao marrom. Detalhe as folhas com verde-musgo e com o verde-bandeira pinte a flor que se assemelha a uma tulipa. Pinte a flor ao centro com amarelo ” misturado com ocre, marrom e terra (vermelho mais marrom). Com a tinta marrom, delimite os contornos, as formas internas e, se quiser, faça a sua assinatura.

Compartilhe no:
  • Orkut

Pintura em metal passo a passo 0

Escrito el 09 setembro, 2012 por admin

PINTURA EM METAL.
Cuidados básicos no metal:

• Lixe a peça para retirar as saliências.
• Limpe toda a superfície com uma flanela umedecida em álcool. Limpe bem, pois a boa fixação da pintura depende de o local estar limpo.
• Atente para o fato de que as peças de metal são primeiro pintadas para depois se transferir o risco.
• Para a pintura, dilua a tinta com um pouquinho de água e deixe secar a cada etapa.
• Dê uma demão de tinta látex semi-fosca de cor clara em toda peça. Espere secar e dê uma segunda demão.
• Depois que a peça estiver seca, copie o risco em papel vegetal e, com a ajuda do carbono apropriado, transfira-o para o local a ser decorado.
• Ao finalizar o motivo de cada peça, deixe secar por cerca de 45 minutos.
• Por último, aplique o betume para dar uma tonalidade escurecida à peça. Para isso, dilua o betume com tíner ou aguarrás e com um pincel chato aplique numa área da peça. Em seguida, limpe o local onde foi passado o betume com um pano. Faça o mesmo numa outra área até escurecer toda a peça.
• Após o betume, passe duas de-mãos de verniz, com intervalo entre uma e outra para secar. Aguarde 24 horas para secagem total.

Compartilhe no:
  • Orkut

Pintura em peras 0

Escrito el 07 setembro, 2012 por admin

ÂNFORA COM PERAS.

Material: peça de faiança; álcool; tinta plástica para artesanato (solúvel em água) nas cores verde-musgo, amarela, ocre, azul-royal, amarelo-ouro; pincéis finos de cer-das redondas macias n° O, 2 e 4, da Tigre;pincel médio n° 16, série 165, da Tigre; lápis grafite n° 2; carbono de cor acinzentada, próprio para risco em porcelana ou material similar; papel vegetal; caneta preta para porcelana e material similar; verniz para madeira; flanela; potinhos para diluir a tinta em água.

Prepare a peça, passe o risco e comece a etapa de pintura. Recubra de verde-musgo as folhas e de amarelo com um pouco de ocre as pe-ras. Faça os contornos do desenho, delimite as formas na área interna e, se quiser, assine a peça com a caneta apropriada. Preencha o fundo do desenho e faça quatro listras na vertical do vaso com azul-royal, orientando-se pela foto. Na parte superior do vaso, pinte uma tira larga em amarelo-ouro, cor que também arremata a base do vaso.

Compartilhe no:
  • Orkut

Frutas parafinadas 0

Escrito el 04 setembro, 2012 por admin

FRUTAS PARAFINADAS.

Material: 2 kg de parafina; 200 g de cera de carnaúba; fôrmas de gesso para maçã, uvas, pêssego, figo e caju; elástico largo para amarrar as fôrmas; arame 22para as uvas e 28 para as outras frutas; 3 colheres das de sopa de essência defrutas, com aroma de sua preferência e 3 colheres das de sopa de fixador para essência; tinta a óleo para tela Gato Preto nas cores amarelo-claro, vermelho-chinês, amarelo-ocre, amarelo-ouro, ver-de-veronese, vermelho-cádmio, sombra-queimada, violeta, magen-ta, verde-inglês-claro, amarelo-li-mão, amarelo-pele, amareltxád-mioDerreta 1 kg de parafina com 100 g de cera de carnaúba, a essência com aroma de frutas e o fixador, e modele as frutas nas fôrmas de gesso conforme instruções das Técnicas Básicas. Retire as frutas da fôrma e coloque o arame. Derreta o restante da parafina com a cera de carnaúba e banhe as frutas de duas a três vezes cada uma, até que fiquem completamente lisas. Sugestões de pintura para a maçã: pinte a parte de baixo de amarelo-claro e o restante de vermelho-chinês. Maçã verde: aplique o verde-inglês-claro comobaseesombreiea fruta com amarelo-limão. Pêssego: pinte de amarelo-pele e sombreie no centro com amarelo-cromo-cla-ro e nas laterais com vermelho-cád-mio-claro. Aplique a maisena ou a fécula de batata com a ponta dos dedos sobre a tinta ainda úmida para dar a textura da fruta. Figo: misture magenta e violeta e aplique sobre a fruta. Para obter a textura, aplique maisena ou fécula de batata sobre a tinta ainda úmida. Uvas: amarelo-ocre sombreado com vermelho-chinês. Caju: pinte de amarelo-ouro e sombreie com verde-veronese e vermelho-cádmio. Pinte a castanha de sombra-queimada. Depois de pintá-las, dê um segundo banho de parafina para fixar a tinta. Retire o arame, tampe o buraquinho com um pouquinho de parafina quente e pinte o local de preto ou marrom, com o pincel. Na maçã, em vez de pintar, cole um cravo-da-índia com cola branca.

Compartilhe no:
  • Orkut

Como derreter parafina 0

Escrito el 02 setembro, 2012 por admin

CUIDADOS ESPECIAIS.
Para derreter a parafina: lembre-se de que a parafina é uma substância inflamável e por isso só deve ser derretida em banho-maria. Procure usar um recipiente com bico, semelhante ao de uma leiteira ou chaleira, e com capacidade pelo menos três vezes superior à quantidade de parafina derretida. Assim você evitará que o líquido transborde na hora de banhar uma fruta grande, ou que derrame, quando for encher as fôrmas de gesso. Para mexer, use uma colher de pau de cabo longo. A parafina pode serguardada endurecida, portempoindefinido, para ser reutilizada.

Compartilhe no:
  • Orkut

Como fazer arranjos de frutas de parafina 0

Escrito el 31 agosto, 2012 por admin

TÉCNICAS BÁSICAS.
1 — MODELAGEM COM SABÃO DE COCO EM BOLINHA DE EPS OU FRUTAS DE PLÁSTICO.
Para facilitar a modelagem e a pintura, obtendo uma réplica perfeita, use sempre como modelo uma fruta natural. Comece a modelagem abrindo na palma da mão uma pequena porção de massa de sabão com espessura de aproximadamente 1 cm. Coloque no centro a bolinha de EPS, envolvendo-a com a massa. Vá colocando mais pedaços de massa de sabão e modelando a fruta no formato desejado, sempre tomando por base o modelo natural. Para que não apareçam as emendas dos pedaços de massa de sabão, mantenha umedecidas as pontas dos dedos durante a modelagem. A fruta parecerá mais natural se você reproduzir as imperfeições, como reentrâncias, pequenos amassados ou manchas, no momento de pintar. Proceda da mesma maneira, se preferir substituir a bolinha de EPS por fruta de plástico. Depois de modelar, espete o palito.

2 — MODELAGEM COM FÔRMAS DE GESSO.
Compostas de duas metades ocas, as fôrmas de gesso devem ficar mergulhadas em água por 2 horas antes de ser usadas, para que a parafina se desgrude completamente do gesso quando a fruta for desenfor-mada. Em uma das metades coloque parafina quente (veja como reconhecer a temperatura certa da parafina no item Cuidados Especiais) até um dedo abaixo da borda. Cubra com a outra metade, prenda com um elástico largo para que as duas partes não se desloquem e com as mãos vá girando a fôrma até perceber que a parafina se espalhou completamente pelas duas metades. Para que a fôrma com a parafina esfrie mais depressa, mergulhe-a dentro da água durante 10 minutos. Depois, abra a fôrma e certifique-se de que a peça modelada esteja completamente fria e endurecida. Caso contrário, ela se quebra. Com cuidado, retire a fruta. Espete o palito de churrasco que servirá para segurar a fruta na hora de banhá-la em parafina quente. Após o banho, retire o palito.

3 — TEMPERATURA DA PARAFINA.
Modeladas com sabão de coco ou em fôrmas de gesso, as frutas devem ser banhadas em parafina quente antes e depois da pintura. Observe a temperatura: se estiver fria demais, as frutas ficam muito es-branquiçadas, realçando a aparência de artificiais. Caso esteja muito quente, a parafina estragará a pintura. Bara reconhecer a temperatura ideal, siga estas dicas: 1) Mergulhe rapidamente a ponta de uma faca na parafina derretida. Com os dedos, retire a parafina da faca e jogue dentro do recipiente com parafina quente. As lascas de parafina devem demorarem média 3 segundos para derreter completamente. 2) Leve a parafina ao fogo, em banho-maria, mas não deixe ferver. Quando derreter, apague o fogo e espere entre 5 e 10 minutos. Faça o teste da faca antes de começar a utilizá-la. Segure os vegetais pelo palito. No primeiro banho, antes da pintura, mergulhe cada fruta de duas a três vezes na parafina quente. No banho final, depois da pintura, mergulhe a peça apenas uma vez na parafina quente. A finalidade desse banho é fixar a tinta e dar brilho à fruta. Depois que a fruta estiver pronta, corte o palito com estilete, deixando apenas um pedaço para imitar o cabinho. Se quiser tirar o palito inteiro, puxe devagar, coloque um pouquinho de parafina quente no buraquinho, espere esfriar e pinte.

TÉCNICAS DE PINTURA.
Giz de cera e anilina em pó solúvel em óleo: são os dois tipos de corantes mais usados para tingir a parafina. Tanto os produtos nacionais quanto os importados oferecem uma grande variedade de cores. A parafina ficará com o tom mais acentuado depois de fria. Por isso, misture a anilina ou o giz de cera aos poucos, até obter uma tonalidade um pouco mais clara do que a desejada. O giz de cera deve ser picado ou ralado na parafina para que se dissolva com maior facilidade. Você também pode modelar e banhar frutas e legumes em parafina sem corante e usar apenas pó xadrez ou tinta a óleo para colorir. Pó xadrez: use pó xadrez misturado com cal. Pinte com os dedos, sempre protegidos por luvas de borracha (atenção: a cal é corrosiva), ou com uma esponja macia. A função da cal na mistura é fazer com que o pó xadrez se espalhe mais facilmente e a pintura tenha um aspecto natural. Use a proporção de 500 g de cal para 5 colheres (das de sopa) de pó xadrez.

Compartilhe no:
  • Orkut

Como fazer frutas de parafina 0

Escrito el 29 agosto, 2012 por admin

PARAFINADOS.
Importante: as frutas que aparecem na foto são do Palácio dos Enfeites. Se você quiser fazer as peças, leia com atenção as informações contidas nas Técnicas Básicas e Cuidados Especiais, pois são fundamentais para a execução de todas as receitas.

MATERIAIS:
Para que as peças parafinadas fiquem leves, faça a modelagem em bolinhas de EPS (Isopor, Styropor Termoplac) ou em frutas de plástico. Nesse “miolo”, que será coberto com sabão de coco, espete um palito de churrasco que servirá para segurar a peça no momento de banhá-la na parafina quente. As frutas também podem ser modeladas em fôrmas de gesso. Nesse caso, coloque o palito depois que a fruta for desenformada.
Parafina: cera básica usada na manufatura de velas, é extraída do petróleo. Encontrada na forma de tabletes ou placas, a parafina é vendida por quilo em lojas especializadas em material de construção e artesanato em todo o país.
Sabão de coco: as marcas UFE, CPE e Zim são as mais usadas porque têm consistência apropriada para esse tipo de modelagem. Pique o sabão de coco em cortador de legumes, usando a parte que corta batatas em fatias bem finas. Trabalhe o sabão com as mãos até transformá-lo em massa homogênea.

Compartilhe no:
  • Orkut

Construir casa ecologica 1

Escrito el 20 novembro, 2011 por admin

A luz amarela está acesa faz algum tempo. Nos noticiários, a palavra inevitável tem-se associado a catástofres ecológicas. Pousadas verdes dão exemplo de ações possíveis num turis-harmonia com a natureza. Os estabelecimentos vêm trabalhando com pontos principais: uso de materiais ecologicamente corretos, arquitetura e paisagismo que se harmonizem com o entorno, consumo eficiente de energia elétrica, racionalização do uso da água, proteção de fontes e mananciais, tratamento e reciclagem de lixo e resíduos. Veja no infográfico abaixo as técnicas mais usadas.
Conforto sustentável.
O que uma hospedagem pode fazer para ajudar a salvar o planeta.
1. MADEIRA VERDE Usar madeira de reflo-restamento com certificação, material reciclado proveniente de demolições e tijolos ecológicos prensados, em vez de queimados
2. ESGOTO LIMPO Tratar o esgoto, com filtragem de material sólido e eliminação de impurezas e microorganismos. A água pode até ser reaproveitada e devolvida à natureza com alto grau de pureza.
3. SANTA CHUVA Construir calhas para captar água da chuva Depois de filtrada, pode ser usada para limpeza, nas descargas eno jardim.
4. AGUA RACIONAL Racionalizar o uso da água e reaproveitar o que foi gasto no chuveiro para descarga nos vasos sanitários. Algumas usam fontes subterrâneas para abastecer as torneiras e poupar os mananciais.
5. FONTE SOLAR Captar a luz do sol em painéis e transformá-la em eletricidade. A energia solar pode alimentar chuveiros e as tomadas dos quartos.
6. ENERGIA E ECONOMIA Substituir aparelhos velhos por modelos mais modernos. Lâmpadas fluorescentes ou dicróicas entram no lugar das incandescentes.
7. LUZ NATURAL Aproveitar a iluminação natural no projeto de reforma ou construção. Os ambientes ficam mais bonitos e as luzes são acionadas com menos freqüência
8. TUDO SERVE Reciclar lixo e residuos. Nada de jogar fora Todo o dejeto orgânico (cascas de frutas, de legumes) pode virar adubo ou sabão (caso dos óleos). O inorgânico (papel, latas, garrafas) deve ser enviado para um centro de reciclagem.

Compartilhe no:
  • Orkut

Mostra de artesanato 0

Escrito el 07 setembro, 2011 por admin

AS CÂMARAS E O ARTESANATO.
Antes de mais tenho que juntar os meus parabéns aos de todas as leitoras, pois são merecidos sem dúvida alguma. Escrevo-vos para vos sugerir que venham ao Centro de Formação Profissional do Concelho do Seixal (…) e vejam o que se faz em artesanato no domínio dos Lavores. (…) Também durante as festas de S. Pedro poderão encontrar um pavilhão da Câmara Municipal, dedicado aos lavores artesanais com trabalhos executados por pessoas que freqüentam um dos diferentes e variados cursos patrocinados pelo Ensino Recorrente.

Antes de mais as minhas sinceras desculpas pelo atraso na publicação das suas palavras. Apesar de estar datada de Maio, só na última semana de Junho a sua carta me chegou às mãos. Este ano Já não foi possível fazer uma reportagem sobre as exposições que me indica. Para o próximo ano espero poder fotografar os vários trabalhos, pois certamente haverá novas exposições. Publico a sua carta que poderá interessar a alguma das nossas leitoras, residentes na zona do Seixal ou outra, Ainda bem que os bordados e rendas de Portugal recomeçam a ser ensinados a nível de Autarquias e Centros de Formação Profissional, fora de Lisboa. Muito obrigada pela sua informação e mais uma vez as minhas desculpas.

Compartilhe no:
  • Orkut

Artesanato em tecido 0

Escrito el 05 setembro, 2011 por admin

Muitas das nossas Leitoras neste momento jã se encontram de férias, a retemperar forças para mais um ano de trabalho. Desejo a todas umas belas férias, sejam elas passadas no campo, praia ou cidade. É sempre bom sair do ambiente de trabalho epodermos fazer algo diferente. Decorreu durante a primeira semana de Julho na F.I.L., uma feira de Artesanato, esteve presente com um stand. Recebemos a visita de muitas Leitoras, que nos deram os parabéns. A todas mais uma vez agradeço, é muito agradável ouvir palavras tão encorajadoras. Gostaria de lembrar mais uma vez as nossas Leitoras, que para poderem participar no nosso passatempo, os trabalhos terão que ser copiados ou inspirados nas nossas revistas e, além disso, as fotos terão que ser acompanhadas do cupão, correctamente preenchido. Não sendo assim, serão eliminados o que se torna desagradável.

Compartilhe no:
  • Orkut


↑ Top