Idéias e dicas para fazer um bom artesanato

Artesanato Natal


Arquivo da ‘Desenhos para bordar’


Barrado com bailarinas e as guirlandas florais 0

Escrito el 07 fevereiro, 2013 por admin

Flores com cheiro de alfazema.

O barrado com bailarinas e as guirlandas florais à direita aceitam decorar outras peças do enxoval: cortinas, nécessaires, sacolas… O que mais? Da Empório Country.

Compartilhe no:
  • Orkut

Três cartões com motivos florais 0

Escrito el 04 fevereiro, 2013 por admin

Medidas dos motivos:
• Em pontos: 67 x 46 (motivo 25); 55 x 81 (motivo 26); 60 x89 (motivo 27).
• Em étamine de quatro pontos por centímetro: 17 x 11,5 (motivo 25); 14 x 20 (motivo 26); 15 x 22 (motivo 27).
• Em étamine ou cânhamo de cinco pontos por centímetro: 13,5 x 9 (motivo 25); 11×11 (motivo 26); 12 x 18 (motivo 27).
• Em étamine ou linho de seis pontos por centímetro: 11 x 7,5 (motivo 25); 9 x 13,5 (motivo 26); 10×15 (motivo 27).
• Em étamine de sete pontos por centímetro: 9,5 x 6,5 (motivo 25); 8 x 11,5 (motivo 26); 8,5 x 13 (motivo 27).

Material:
• Retângulos de 23 x 18 cm de étamine, cânhamo ou linho branco.
• Dezessete miçangas amarelas e quinze miçangas pero-ladas para o cartão com rosas.
• Cartões com janelas em formato oval e retangular.
• Linha mouliné DMC ou ANCHOR nas cores indicadas na chave de sinais junto ao gráfico:

Pontos empregados:
• Ponto cruz (use três fios de linha na agulha nos tecidos de quatro e cinco pontos por centímetro; nos demais use dois fios). Ponto atrás (use um fio de linha na agulha em todos os tipos de tecido).

Explicações básicas:
• Consulte sempre as instruções de trabalho no final do caderno Como se Faz. O modelo original foi bordado com fio DMC. Junto ao gráfico damos também a conversão das cores para as linhas ANCHOR, alertando que a tonalidade do bordado poderá apresentar um resultado um pouco diferente.

Execução:
• Dobre o tecido em quatro, a partir do centro. Abra o tecido e alinhave as marcas deixadas pelas dobras, traçando uma cruz, com um fio de cor contrastante. A intersecção dessas linhas corresponde ao centro do tecido e do motivo.
• Borde cada ponto sobre um quadrado do étamine ou 2 x 2 fios do cânhamo ou linho.
• Terminado o bordado passe-o pelo avesso.
• No cartão com rosas, borde as miçangas amarelas sobre os miolinhos das flores, e as brancas salpicadas ao redor do motivo (veja gráfico).
• Cole o bordado nas costas da janela do cartão (veja desenhos 1 e 2).

Compartilhe no:
  • Orkut

Passe-partout com ramo de ervilhas-de-cheiro 0

Escrito el 02 fevereiro, 2013 por admin

Medidas do motivo:
• Em pontos: 63 x 70.
• Em étamine de quatro pontos por centímetro: 16 x 17,5.
• Em étamine ou cânhamo de cinco pontos por centímetro: 12,5 x 14.
• Em étamine ou linho de seis pontos por centímetro: 10,5 x 11,5.
• Em étamine de sete pontos por centímetro: 9×10.

Material:
• Três quadrados de 35 cm de étamine, cânhamo ou linho cru.
• Três retângulos de 32 x 30 cm de papelão Paraná, gramatura 120.
• Um retângulo de 32 x 30 cm de espuma fina.
• Cola branca e rolinho de espuma.
• Fita dupla-face.
• Linha mouliné DMC ou ANCHOR nas cores indicadas na chave de sinais junto ao gráfico.

Pontos empregados:
• Ponto cruz (use três fios de linha na agulha nos tecidos de quatro e cinco pontos por centímetro; nos demais use dois fios). Ponto atrás (use um fio de linha na agulha em todos os tipos de tecido).

Explicações básicas:
• Consulte sempre as instruções de trabalho no final do caderno Como se Faz. O modelo original foi bordado com fio DMC. Junto ao gráfico damos também a conversão das cores para as linhas ANCHOR, alertando que a tonalidade do bordado poderá apresentar um resultado um pouco diferente.

Execução:
• Dobre um dos quadrados de tecido em quatro, a partir do centro. Abra o tecido e alinhave as marcas deixadas pelas dobras, traçando uma cruz, com um fio de cor contrastante. A intersecção dessas linhas corresponde ao centro do tecido.
Borde õ motivo no quadran-te superior direito, fazendo cada ponto sobre um quadradinho do étamine ou 2×2 fios do cânhamo ou linho. Terminado o bordado
passe-o pelo avesso.
• Cole a espuma sobre uma das placas de papelão e deixe secar. Usando um estilete, recorte uma janela proporcional ao tamanho da foto.
• Corte também uma janela .no tecido bordado, 1,5 cm menor que a do papelão. Coloque o tecido sobre o papelão com espuma. Dê piques nos cantos do tecido, dobre as bordas para o avesso e cole. Dobre e cole também as bordas externas do tecido.
• Forre com tecido a outra placa de papelão. Cole a foto no avesso dessa placa. Fixe uma peça à outra, usando fita dupla-face.
• Da outra placa de papelão, recorte a cantoneira e o suporte do porta-retrato. Encape essas peças com o tecido restante (desenho 1).
• Cole as bordas da cantoneira nas costas do porta-retrato, junto ao canto superior esquerdo. Sob esta, encaixe e cole a ponta do suporte (desenho 2).

Compartilhe no:
  • Orkut

Passe-partout com violetas 0

Escrito el 31 janeiro, 2013 por admin

Medidas do motivo:
• Em pontos: 59 x 70.
• Em étamine de quatro pontos por centímetro: 15 x 17,5.
• Em étamine ou cânhamo de cinco pontos por centímetro: 12×14.
• Em étamine ou unho de seis pontos por centímetro: 10 x 11,5.
• Em étamine de sete pontos por centímetro: 8,5 x 10.

Material:
• 31 x 33,5 cm de étamine cru, com quatro quadradinhos por centímetro linear. Para os demais tecidos acrescente 16 cm às medidas indicadas acima.
• Papelão Paraná, gramatura 120.
• Moldura de madeira com fundo de Eucatex.
• Fita crepe.
• Papel para risco.
• Linha mouliné DMC ou ANCHOR nas cores indicadas na chave de sinais junto ao gráfico.

Pontos empregados:
• Ponto cruz (use três fios de linha na agulha nos tecidos de quatro e cinco pontos por centímetro; nos demais use dois fios). Ponto atrás (use um fio de linha na agulha em todos os tipos de tecido).

Explicações básicas:
• Consulte sempre as instruções de trabalho no final do caderno Como se Faz. O modelo original foi bordado com fio DMC. Junto ao gráfico damos também a conversão das cores para as linhas ANCHOR, alertando que a tonalidade do bordado poderá apresentar um resultado um pouco diferente.

Execução:
• Dobre o tecido em quatro, a partir do centro. Abra o tecido e alinhave as marcas deixadas pelas dobras, traçando uma cruz, com um fio de cor contrastante. A intersecção dessas linhas corresponde ao centro do tecido e do motivo.
• Borde o motivo, fazendo cada ponto sobre um quadradinho do étamine ou 2×2 fios do cânhamo ou linho. Terminado o bordado passe-o pelo avesso.
• Coloque o papel para risco sobre o bordado e copie o contorno oval. Transfira esse risco para o papelão. A 5 mm da borda em direção ao centro, corte o papelão com um estilete, abrindo uma janela.
• Corte as bordas do papelão acompanhando a medida do fundo de Eucatex.
• Corte a parte interna do bordado, a 2 cm do friso oval. Dê piques ao longo dessa borda de 2 cm (desenho 1).
• Coloque o papelão sobre o avesso do bordado. Vire a borda para o avesso (desenho 2) e cole. Reforce a montagem com fita crepe. Dobre as bordas externas do tecido sobre o avesso do papelão e cole.
• Centralize a foto sobre o fundo de Eucatex. Sobre este coloque o passe-partout bordado.
• Encaixe a montagem na moldura.

Compartilhe no:
  • Orkut

Passe-partout com geometria 0

Escrito el 29 janeiro, 2013 por admin

Medidas do motivo:
• Em pontos: 74 x 46 (1/2 motivo).
• Em étamine de quatro pontos por centímetro: 18,5 x 11,5.
• Em étamine ou cânhamo de cinco pontos por centímetro: 15×9.
• Em étamine ou linho de seis pontos por centímetro: 12×7,5.
• Em étamine de sete pontos por centímetro: 10,5 x 6,5.

Material:
• 43,5 x 48 cm de étamine caqui, com quatro quadradinhos por centímetro linear. Para os demais tecidos acrescente 25 cm às medidas indicadas acima.
• Papelão Paraná, aramatura 120.
• Conjunto de moldura de madeira com fundo de Eucatex.
• Fita crepe.
• Papel para risco.
• Linha mouliné DMC ou ANCHOR nas cores indicadas na chave de sinais junto ao gráfico.

Pontos empregados:
• Ponto cruz (use três fios de linha na agulha nos tecidos de quatro e cinco pontos por centímetro; nos demais use dois fios). Ponto atrás (use um fio de linha na agulha em todos os tipos de tecido).

Explicações básicas:
• Consulte sempre as instruções de trabalho no final do caderno Como se Faz. O modelo original foi bordado com fio DMC. Junto ao gráfico damos também a conversão das cores para as linhas ANCHOR, alertando que a tonalidade do bordado poderá apresentar um resultado um pouco diferente.

Execução:
• Dobre o tecido em quatro, a partir do centro. Abra o tecido e alinhave as marcas deixadas pelas dobras, traçando uma cruz, com um fio de cor contrastante. A intersecção dessas linhas corresponde ao centro do tecido e do motivo.
• Borde o motivo, fazendo cada ponto sobre um quadradinho do étamine ou 2 x 2 fios do cânhamo ou linho. Terminado o bordado passe-o pelo avesso.
• Coloque o pape! para risco sobre o bordado e copie o contorno retangular. Transfira esse risco para o papelão. A 5 mm da borda em direção ao centro, corte o papelão com um estilete’ abrindo uma janela.
• Corte as bordas do papelão acompanhando a medida do fundo de Eucatex.
• Corte a parte interna do bordado, a 2 cm do friso retangular. Dê piques nos cantos.
• Coloque o papelão sobre o avesso do bordado. Vire as bordas para o avesso e cole. Reforce a montagem com fita crepe. Dobre as bordas externas do tecido
sobre o avesso do papelão e cole.
• Centralize a foto sobre o fundo de Eucatex. Sobre este coloque o passe-partout bordado.

Compartilhe no:
  • Orkut

Barrado com treliça 0

Escrito el 23 janeiro, 2013 por admin

Medidas do motivo:
• Em pontos: 60 x 24 (um trecho do desenho).
• Em étamine de quatro pontos por centímetro: 15×6.
• Em étamine ou cânhamo de cinco pontos por centímetro: 12×5.
• Em étamine ou linho de seis pontos por centímetro: 10×4.
• Em étamine de sete pontos por centímetro: 8,5 x 3,5.

Material:
• Uma toalha de mão com barrado para ponto cruz ou uma faixa de étamine, cânhamo ou linho branco, com 7 cm de largura máxima.
• Linha mouliné DMC ou ANCHOR nas cores indicadas na chave de sinais junto ao gráfico.

Pontos empregados:
• Ponto cruz (use três fios de linha na agulha nos tecidos de quatro e cinco pontos por centímetro; nos demais use dois fios). Ponto atrás (use um fio de linha na agulha em todos os tipos de tecido).

Explicações básicas:
• Consulte sempre as instruções de trabalho no final do caderno Como se Faz. O modelo original foi bordado com fio DMC. Junto ao gráfico damos também a conversão das cores para as linhas ANCHOR, alertando que a tonalidade do bordado poderá apresentar um resultado um pouco diferente.

Execução:
• Dobre o barrado da toalha em quatro, a partir dò centro. Abra o tecido e alinhave as marcas deixadas pelas dobras, traçando uma cruz, com um fio de cor contrastante. A intersecção dessas linhas corresponde ao centro do tecido e do motivo.
• Borde o motivo a partir do centro, fazendo cada ponto sobre um quadradinho do étamine ou 2 x 2 fios do cânhamo ou linho. Repita o desenho até completar o barrado.
• Terminado o bordado passe-o pelo avesso.

Compartilhe no:
  • Orkut

Barrado com minibuquês 0

Escrito el 21 janeiro, 2013 por admin

Medidas do motivo:
• Em pontos: 36 x 19.
• Em étamine de quatro pontos por centímetro: 9×5.
• Em étamine ou cânhamo de cinco pontos por centímetro: 7×4.
• Em étamine ou linho de seis pontos por centímetro: 6×3.
• Em étamine de sete pontos por centímetro: 5 x 2,5.

Material:
• Uma toalha de mão com barrado para ponto cruz ou uma faixa de étamine, cânhamo ou linho branco, com 6 cm de largura máxima.
• Linha moulíné DMC ou ANCHOR nas cores indicadas na chave de sinais junto ao gráfico.

Pontos empregados:
• Ponto cruz (use três fios de linha na agulha nos tecidos de quatro e cinco pontos por centímetro; nos demais use dois fios). Ponto atrás (use um fio de linha na agulha em todos os tipos de tecido). Nozinho francês (use um fio de linha na agulha em todos os tipos de tecido).

Explicações básicas:
• Consulte sempre as instruções de trabalho no final do caderno Como se Faz. O modelo original foi bordado com fio DMC. Junto ao gráfico damos também a conversão das cores para as linhas ANCHOR, alertando que a tonalidade do bordado poderá apresentar um resultado um pouco diferente.

Execução:
• Dobre o barrado da toalha em quatro, a partir do centro. Abra o tecido e alinhave as marcas deixadas pelas dobras, traçando uma cruz, com um fio de cor contrastante. A intersecção dessas linhas corresponde ao centro do tecido e do motivo.
• Borde o motivo no centro do barrado, fazendo cada ponto sobre um quadradinho do étamine ou 2 x 2 fios do cânhamo ou linho. Repita o desenho à esquerda e à direita do motivo central.
•Terminado o bordado passe-o pelo avesso.

Compartilhe no:
  • Orkut

Jogo de cama com barrado de corações 0

Escrito el 19 janeiro, 2013 por admin

Medidas dos motivos:
• Em pontos: 14 x 90 (barrado para fronha); 266 x 14 (barrado para lençol).
• Em étamine de quatro pontos por centímetro: 3,5 x 22,5 (barrado para fronha); 66,5 x 3,5 (barrado para lençol).
• Em étamine ou cânhamo de cinco pontos por centímetro: 3 x 18 (barrado para fronha); 53 x 3 (barrado para lençol).
• Em étamine ou linho de seis pontos por centímetro: 2,5 x 15 (barrado para fronha); 44,5 x 2,5 (barrado para lençol).
• Em étamine de sete pontos por centímetro: 2×13 (barrado para fronha); 38 x 2
(barrado para lençol).

Material:
• Um jogo de cama listradi-nho de azul.
• Faixas de étamine, cânhamo ou linho branco com 13 cm de largura máxima, tendo de extensão o comprimento da vira do lençol e a altura da fronha. As mesmas medidas de bordado inglês.
• Linha mouliné DMC ou ANCHOR nas cores indicadas na chave de sinais junto ao gráfico.

Pontos empregados:
• Ponto cruz (use três fios de linha na agulha nos tecidos de quatro e cinco pontos por centímetro; nos demais use dois fios). Ponto atrás (use um fio de linha na agulha em todos os tipos de tecido), Nozinho francês (use um fio de linha na agulha em todos os tipos de tecido).

Explicações básicas:
• Consulte sempre as instruções de trabalho no final do caderno Como se Faz. O modelo original foi bordado com fio DMC. Junto ao gráfico damos também a conversão das cores para as linhas ANCHOR, alertando que a tonalidade do bordado poderá apresentar um resultado um pouco diferente.

Execução:
• Dobre as tiras de tecido em quatro, a partir do centro. Abra o tecido e alinhave as marcas deixadas pelas dobras, traçando uma cruz, conrTum fio de cor contrastante. A intersecção dessas linhas corresponde ao centro do tecido e do motivo.
• Borde os motivos alternando a seqüência dos corações, (na fronha, somente-os de cores chapadasj^fáça cada ponto sobre um quadradinho do étamine ou 2 x 2 fios do cânhamo ou linho. Terminado o bordado passe-o pelo avesso.
• Rebata 5 mm das bordas das faixas bordadas para o avesso. Costure-as nas fro-nhas e no lençol, embutindo as tiras de bordado inglês.

Compartilhe no:
  • Orkut

Jogo de cama com medalhão cor-de-rosa 0

Escrito el 17 janeiro, 2013 por admin

Medidas dos motivos:
• Em pontos: 94 x 102 (medalhão com friso); 9×11 (flor pequena); 23 x 29 (flor maior).
• Em étamine de quatro pontos por centímetro: 23,5 x 25,5 (medalhão incluindo o friso); 2,5 x 3 (flor pequena); 6×7 (flor maior).
• Em étamine ou cânhamo de cinco pontos por centímetro: 19 x 20,5 (medalhão incluindo o friso); 2 x 2,5 (flor pequena); 4,5 x 6 (flor maior).
• Em étamine ou línho de seis pontos por centímetro: 15,5 x 17 (medalhão incluindo o friso); 1,5 x 2 (flor pequena); 4×5 (flor maior).
• Em étamine de sete pontos por centímetro: 13,5 x 14,5 (medalhão excluindo o friso); 1 x 1,5 (flor pequena); 3,5 x 4 (flor maior).

Material:
• Um jogo de cama em cambraia cor-de-rosa.
• Faixas de étamine, cânha-mo ou linho branco de 35 cm de largura.
• Bordado inglês de 8 cm de largura.
• Passafita de 2 cm de largura e fita de cetim branco.
• Linha mouliné DMC ou ANCHOR nas cores indicadas na chave de sinais junto ao gráfico.

Pontos empregados:
• Ponto cruz (use três fios de linha na agulha nos tecidos de quatro e cinco pontos por centímetro; nos demais use dois fios). Ponto atrás (use um fio de linha na agulha em todos os tipos de tecido).

Explicações básicas:
• Consulte sempre as instruções de trabalho no final do caderno Como se Faz. 0 modelo original foi bordado com fio DMC. Junto ao gráfico damos também a con -versão das cores para as linhas ANCHOR, alertando que a tonalidade do bordado poderá apresentar um resultado um pouco diferente.

Execução:
• Dobre as tiras de tecido em quatro, a partir do centro. Abra o tecido e alinhave as marcas deixadas pelas dobras, traçando uma cruz, com um fio de cor contrastante. A intersecção dessas linhas corresponde ao centro do tecido e do motivo.
• Borde cada ponto sobre um quadrado do étamine ou 2 x 2 fios do cânhamo ou linho.
• Terminado o bordado passe-o pelo avesso.
• Elabore babados com o bordado inglês.
• Aplique as tiras bordadas no jogo de cama, embutindo os babados.
• Arremate a montagem com o passafitas..

Compartilhe no:
  • Orkut

Braçadeira de cortina com motivo floral 0

Escrito el 19 dezembro, 2012 por admin

Medidas do motivo.
• Em pontos: 308 x 94.
• Em étamine de quatro pontos por centímetro: 77 x 23,5.
• Em étamine ou cânhamo de cinco pontos por centímetro: 61,5 x 19.
•Em étamine ou linho de seis pontos por centímetro: 51,5 x 15,5.
• Em étamine de sete pontos por centímetro: 44 x 13,5. Material
• Étamine, cânhamo ou linho, quadriculado ou num tom pastel.
• Viés branco.
• Ganchos e argolas para fixar braçadeiras.
• Linha mouliné DMC ou ANCHOR nas cores indicadas na chave de sinais junto ao gráfico.

Pontos empregados:
• Ponto cruz (use três fios de linha na agulha nos tecidos de quatro e cinco pontos por centímetro; nos demais use dois fios). Ponto atrás (use um fio de linha na agulha em todos os tipos de tecido).

Explicações básicas:
• Consulte sempre as instruções de trabalho no final do caderno Como se Faz. O modelo original foi bordado com fio DMC. Junto ao gráfico damos também a conversão das cores para as linhas ANCHOR, alertando que a tonalidade do bordado poderá apresentar um resultado um pouco diferente.

Execução Medidas e corte:
• Abra a cortina para a qual você vai fazer as braçadeiras. Coloque a fita métrica ao redor da cortina, na altura onde será colocada a braçadeira, e puxe as pontas na direção da parede, onde será fixado o gancho. Essa será a medida de tecido necessária à execução da peça.
•Transfira a medida obtida para o tecido e corte duas vezes (um para o bordado, outro para o forro).

Bordado:
• Dobre uma das tiras de tecido em quatro, a partir do centro. Abra o tecido e alinhave as marcas deixadas pelas dobras, traçando uma cruz, com um fio de cor contrastante. A intersecção dessas linhas corresponde ao centro do tecido e do motivo.
• Borde o motivo, compondo o desenho de acordo com as dimensões da braçadeira. Faça cada ponto sobre um quadradinho do étamine ou 2 x 2 fios do cânhamo ou linho. Terminado o bordado passe-o pelo avesso.

Montagem:
• Costure frente e costas da braçadeira, direito com direito, embutindo o viés nas bordas maiores. Deixe as bordas menores sem costurar. Vire para o direito e feche a abertura com pontos a mão.
• Prenda as argolas nas bordas menores da braçadeira.

Compartilhe no:
  • Orkut


↑ Top