Idéias e dicas para fazer um bom artesanato

Artesanato Natal


Arquivo da ‘Desenhos para bordar’


Porta-retrato com moldura bordada em ponto cruz 0

Escrito el 27 novembro, 2012 por admin

Pra enfeitar o quarto das crianças, elaborei um porta-retrato com moldura bordada em ponto cruz. É fácil de fazer: num pedaço de étamine, corte um retângulo do tamanho de uma foto; borde a moldura; cole o tecido em cartolina. Pronto, é só prender a foto.

Compartilhe no:
  • Orkut

Cantinho Gospel 0

Escrito el 25 novembro, 2012 por admin

A incansável formiguinha Smilingüido trocou de seção (agora vai estar aqui, em “Idéias”), mas não de disposição: ela continua levando a sagrada palavra de Deus a todos as pessoas e a todos os lugares. Sugestões de onde bordá-la: toalhas de banho, bonés, capas de agendas e livros, ímãs de geladeira, panos de prato, viras de lençol e o que mais imaginar, assegurando que o espírito do Senhor pouse sobre todos os que você ama.

Compartilhe no:
  • Orkut

Bucha de banho infantil bordada 0

Escrito el 23 novembro, 2012 por admin

Não deixo de fora do meu jogo de banheiro nem mesmo a bucha de banho, que bordo com o mesmo motivo das outras peças. Veja como eu faço: corto um pedaço do étamine do tamanho da bucha, bordo o desenho, costuro atrás da bucha e aplico viés colorido em volta, fazendo uma alcinha para pendurar. Fica bonito e superoriginal!

Compartilhe no:
  • Orkut

Bordados em exposição 0

Escrito el 21 novembro, 2012 por admin

O ateliê Arte de Fato é hábil em criar peças especiais em madeira para você “encaixar” nos espaços próprios os seus mais belos bordados em ponto cruz. Dois bons exemplos são esta bandeja, com passe-partout xadrez, e o gracioso porta-jóias hexagonal.

Compartilhe no:
  • Orkut

Bata descolorida 0

Escrito el 21 agosto, 2012 por admin

BATA DESCOLORIDA.

Material: 1,80 m de crepe Georget-te ou musselina de seda estampada com pequenas flores; corante para fibrasprotéicas nas cores ver-de-egípcio, magenta, violeta e cobre; fixador para fibras protéicas; pó descolorantepara tecidos; bastidor de madeira de 1,40mx 1,40 m; bacia própria para fingimento (pode ser de plástico); percevejos; barbante; luvas de plástico.

O fingimento deve ser feito com a bata já pronta. Prepare o corante verde-egípcio.’ Ainda quente, colo que na bacia e mergulhe a bata da barra até a altura da cava. Mergulhe também as pontas das mangas. Deixe de molho durante 40 minutos. Enxágue e coloque para secar. Prepare o corante magenta. Coloque na bacia e mergulhe a parte restante da bata, tomando o cuidado para não invadir o fingimento anterior. Deixe 40 minutos de molho. Enxágue e coloque para secar. Franza a parte de cima da bata e faça diversas amarrações com o barbante. Na área verde, um pouco acima da barra, puxe o tecido (frente e costas juntas) e amarre em seqüência para formar os círculos. Franza a bata e prenda com barbante em dois lugares acima dessas amarrações, ainda na área tingida pelo verde. Amarre também uma vez na parte de baixo dos círculos. Franza as mangas e amarre com o barbante em três lugares na parte tingida pelo verde. Ferva 2 litros de água e acrescente 3 colheres (de sopa) de descolorante em pó. Desligue o fogo. Mergulhe a área verde da bata nessa solução quente (mas não fervendo) e deixe até esfriar a água ou até a cor desaparecer. Enxágue e espere secar. Prepare o corante violeta. Coloque na bacia e mergulhe a parte de cima da bata (que deve estar amarrada). Deixe de molho durante 40 minutos. Enxágue e espere secar. Solte todas as amarrações. Prepare o corante cobre. Coloque na bacia . Mergulhe toda a bata e deixe de molho durante 40 minutos. Enxágue e coloque para secar.

Compartilhe no:
  • Orkut

Batas de tecido 0

Escrito el 03 agosto, 2012 por admin

NOBRE HERANÇA
A moda de inspiração africana faz explícito convite à originalidade, com amarrações e batas feitas em tecidos pintados a mão.
Com um nó aqui, outro lá, você improvisa túnicas, cangas e bustiês que valorizam todas as formas. Adote miçangas, na confecção de braceletes e colares típicos. Obrigatórios na composição do visual. Todos os tecidos são da Tecelagem Sakuda, com pintura de Susana Uribarri, bijuterias do Sarará Ateliê.

Compartilhe no:
  • Orkut

Bastidor para bordar 1

Escrito el 01 agosto, 2012 por admin

BASTIDOR/MOLDURA.
Para você que deseja valorizar os seus trabalhos, agora pode adquirir o Bastidor/Moldura redondo com 16 cm de diâmetro ou oval com 14 x 18 cm.Para pendurar segue também um decorativo ganchinho. Disponíveis nas cores; amarelo, azu!-claro, azul-escuro, verde-claro, veròe-escuro, rosa, salmon e vermelho.
No pedido, mencione o formato e a cor.

Compartilhe no:
  • Orkut

Croche bem sensual 0

Escrito el 19 julho, 2012 por admin

A escolha é sua !
Um top bem sensual, ou urna blusa mais comportada? Faga os dois e use cada um conforme seu estado de espirito na ocasiáo.

Compartilhe no:
  • Orkut

Blusa dourada 0

Escrito el 17 julho, 2012 por admin

BLUSA DOURADA.
TAMANHO: 38.
MATERIAL:
Fio Bouclê Estrela CS.Franco (usado duplo) – 2 cones na cor dourado; ag. para crochê com 2,5 mm.
PONTOS EMPREGADOS:
Correntinha – corr. Ponto Baixíssimo – p.bx. Ponto Baixo – p.b. Ponto Alto – p.a. Ponto Alto Quádruplo – p.a.q. Ponto Fantasia – seguir o gráfico 1. Barra de Pontos Altos em relevo -1 a. Carr.: em p.a. 2a. e Carr. Seg.: em p.a., fazendo 1 p.a. pela frente do p. correspondente na carr. anterior e 1 p.a. por trás do p. correspondente na carr. anterior, alternadamente.
EXECUÇÃO:
Obs.: A peça é feita usando-se fio duplo.
Costas.
Começar com 85 corr., mais 1 corr. para virar e trab. em p. fantasia, seguindo o gráfico 1.
A 39 cm desde o início, formar as cavas, rem. de cada lado, 1 motivo de concha.
A 55 cm desde o início, rem. o fio.
Frente.
Fazer como as Costas até obter 42 cm desde o início.
Formar o decote, rem. o motivo de concha central e mais
Vi motivo de concha à direita e à esquerda da central.
Continuar trabalhando cada lado separadamente, até
obter 55 cm desde o início. Rem. o fio.
MODO DE ARMAR:
Fechar os ombros e os lados.
Fazer o biquinho ao redor das cavas e do decote, seguindo o gráfico 2.
Unir o fio novamente e trab. ao redor da beirada inferior da peça, em barra de p.a. em relevo, por 3 cm. Rem. o fio.

Compartilhe no:
  • Orkut

Vestido prata para casamento 0

Escrito el 15 julho, 2012 por admin

VESTIDO PRATA.
TAMANHO: 38/40.
MATERIAL:
Fio Xilor Novelspuma ( usado duplo ) – 7 novelos na cor cinza prata; ag. para crochê com 2,5 mm; 2 botões pequenos.
PONTOS EMPREGADOS:
Correntinha – corr. Ponto Baixíssimo – p.bx. Ponto Baixo – p.b. Ponto Alto -p.a. Ponto Fantasia -seguir o gráfico 1.
EXECUÇÃO:
Obs.: A peça é feita usando fio duplo. Frente e Costas são iguais.
Começar pela cintura , fazendo 70 corr., mais 1 corr. para virar e trab. em p. fantasia, seguindo o gráfico 1, obtendo uma tira. Rem. o fio. Unir o fio novamente no 3o p.a. do 1 ° leque da tira. e continuar trabalhando sobre os p. de um dos lados da tira, para formar a saia, da seg. maneira:
1a. Carr.: 1 corr., 1 p.b. na união, * 2 corr., 1 p.a. no seg. p.b. entre os leques, 2 corr., 1 p.b. no 3o p.a. do seg. leque *; rep. de * a * ao longo do lado da tira até o final, 3 corr., virar.
2a. Carr.: * fazer 3 p.a. na seg. alça, 1 p.a. no seg. p.a., 3 p.a. na seg. alça, 1 p.a. no seg. p.a. *; rep. de * a * até o final, 3 corr. virar.
Continuar trabalhando em p.a., aum. de cada lado, cada 7 carr. 1 p. ( 5 v. ).
A 41 cm desde o início, rem. o fio.
Para a blusa, virar o trabalho e unir o fio novamente no 1o p. à direita da tira em p. fantasia e trab. em p.a. como na saia, por 18 cm. Rem. o fio.
Alças – Trab. em p. fantasia, fazendo para a frente, 2 tiras com 10 cm e 2 tiras com 15 cm. E para as Costas, fazer 2 tiras com 15 cm e 2 tiras dom 18 cm.
Pa a tira do decote, começar com uma correntinha com 50 cm e trab. em p.a. por 2 cm. Rem. o fio.
MODO DE ARMAR:
Fechar os lados da peça.
Para formar o detalhe de tiras, prende-las na beirada do decote da frente sendo a primeira a 7 cm da costura lateral, a segunda a 6 cm da primeira, a terceira a 10 cm da segunda e a quarta a 6 cm da terceira. Fazer o mesmo nas costas.
Prender as tiras na tira de p.a. do decote, à partir da primeira tira menor das costas. Prende-la a 2 cm do começo, a segunda tira a 4 cm da anterior, a terceira a 7 cm da anterior, a quarta a 4 cm da anterior, a quinta a 4 cm da anterior, a sexta a 4 cm da anterior, a sétima a 7 cm da anterior e a oitava a 4 cm da anterior. Fazer o biquinho na beirada inferior da saia, seguindo o gráfico 2.
Pregar o botão numa das extremidades da tira do decote e abotoa-lo entre os p. da outra extremidade.

Compartilhe no:
  • Orkut


↑ Top