Idéias e dicas para fazer um bom artesanato

Artesanato Natal


Arquivo da ‘Tapetes’


Elegante tapete passo a passo 0

Escrito el 16 novembro, 2012 por admin

TONS CONTRASTANTES.
Valorize o seu hall de entrada com este elegante tapete feito por você.

Materiais utilizados:

• 1 m de tecido de algodão branco com bolinhas pretas – Tecido A
• 1 m de tecido de algodão preto com bolinhas cinzas – Tecido B
• 60 cm de tecido de algodão cru – forro
• Cortador circular
• Base de corte
• Tesoura
• Alfinetes
• Lápis
• Régua
• Linha de costura branca
• Ferro de passar
• Máquina de costura
Tecido A (branco com bolinhas pretas):
• 26 quadrados de 6,5 cm
• 2 retângulos de 11,5 x 51,5 cm (laterais)
• 2 quadrados de 11,5 cm (superior e inferior)
Tecido B (preto com bolinhas cinzas):
• 26 quadrados de 6,5 cm
• 2 retângulos de 11,5 x 71,5 cm (laterais)
• 2 tiras de 11,5 x 31,5 cm (bordas superior e inferior) Feltrinho:
• 1 retângulo de 52 x 92 cm
• Algodão cru
• 1 retângulo de 52 x 92 cm

Passo a passo:

1 Use a base, régua e cortador para cortar os 26 quadrados de 6,5 cm do tecido A e B.
2 Costure um quadro ao outro, com cores alternadas, direito com direito.
3 Una duas tiras, alternando as cores, para formar um four patch. Monte 13 blocos de four patch.
4 Monte o centro do tapete, unindo cinco blocos, sempre alternando as cores.
5 Passe uma costura para unir as duas tiras de 11,5 x 51,5 cm do tecido A. Reserve.
6 Pegue os quadrados de 11,5 cm do tecido A e costure um bloco de four patch em cada lateral, formando duas tiras.
7 Costure as duas tiras feitas na borda superior e inferior do trabalho.
8 Una, nas laterais do trabalho, as duas tiras de 11,5 x 71,5 cm do tecido B.
9 Faça um “sanduíche” com o retângulo de feltri-nho, técnica e retângulo de algodão cru.
10 Costure em volta de todo o trabalho, deixando uma abertura para desvirar.
11 Desvire a peça. Quil-te, com ponto decorativo, as emendas das tiras e todi a borda, aproveitando para fechar a abertura.
TÉCNICA FINALIZADA.

Compartilhe no:
  • Orkut

Como fazer tapete arraiolo 0

Escrito el 19 setembro, 2012 por admin

TAPETE ARRAIOLO.

Tamanho: 76 cm x 44 cm.
Material: sobras de fio Pingouin Paratapet ñas cores nínive, mel, avenca, vereda, amora, rosé e malva; tela de juta com 86cmx54 cm; agulha para tapegaria;franja feita a mño ou em tear, encontrada em lojas como Villa Real e Fio Azul (veja enderegos na secdo “Onde Encontrar”).
Ponto empregado: ponto arraiolo.
Amostra: um quadrado de 10 cm = 17 p. x 17 carr.
Borde a tela em ponto arraiolo, se-guindo o gráfico. Deixe livre urna margem de 5 cm em toda a volta. Leve o tapete a urna casa especializada para obter o acabamento com franja feita a máo ou em tear.

Compartilhe no:
  • Orkut

Como fazer tapetes baratos 0

Escrito el 23 maio, 2012 por admin

DETALHES QUE FAZEM A DIFERENÇA.
Medidas: 27 x 15 cm Material: Fio Paratapet Pingouin nas cores indicadas nas legendas, ag. para tapeçaria, tela para tapeçaria e tecido de algodão. Pontos empregados: Ponto de Cruz Duplo e franja em Ponto Arraiolo. Execução: Cortar a tela nas medidas indicadas, deixando mais 5 cm à volta toda para os acabamentos. Se possível, passar fita crepe ao longo dos 4 lados para não desfiar. Marcar o centro da tela com carreiras de pontos de alinhavo. O gráfico mostra o motivo completo, com o centro indicado pelas setas. O bordado é feito em Ponto de Cruz Duplo e cada quadrado no gráfico representa 1 ponto completo (ver caderno de explicações). Bordar seguindo o gráfico e a legenda de cores. Terminado o bordado, fazer 1 carr. em Ponto Arraiolo ao longo dos 4 lados da peça, formando as franjas ao mesmo tempo (ver caderno de explicações). Dobrar o excesso de tela para o avesso e aplicar o tecido para forro com pontos invisíveis, formando um saquinho. Encher com areia e fechar a abertura.

Compartilhe no:
  • Orkut

Como fazer tapetes artesanais 0

Escrito el 21 maio, 2012 por admin

DETALHES QUE FAZEM A DIFERENÇA.
Material: Fio Paratapet Pingouin nas cores indicadas nas legendas, ag. para tapeçaria, tela para tapeçaria e tecido de algodão.
Pontos empregados: Ponto de Cruz Duplo e franja em Ponto Arraiolo. Execução: Cortar a tela nas medidas indicadas, deixando mais 5 cm à volta toda para os acabamentos. Se possível, passar fita crepe ao longo dos 4 lados para não desfiar. Marcar o centro da tela com carreiras de pontos de alinhavo. O gráfico mostra o motivo completo, com o centro indicado pelas setas. O bordado é feito em Ponto de Cruz duplo e cada quadrado no gráfico representa 1 ponto completo (ver caderno de explicações). Bordar seguindo o gráfico e a legenda de cores. Terminado o bordado, fazer 1 carr. em Ponto Arraiolo ao longo dos 4 lados da peça, formando as franjas ao mesmo tempo (ver caderno de explicações). Dobrar o excesso de tela para o avesso e aplicar o tecido para forro com pontos invisíveis, formando um saco. Encher com areia e fechar a abertura.

Compartilhe no:
  • Orkut

Como fazer um tapete 0

Escrito el 19 maio, 2012 por admin

TAPEÇARIA.
DETALHES QUE FAZEM A DIFERENÇA.
Medidas: 38 x 26 cm.
Material: Fio Paratapet Pingouin nas cores indicadas na legenda, tela para tapeçaria, tecido para forro e ag. para tapeçaria. Pontos empregados: Ponto de Cruz Duplo e franja em Ponto Arraiolo. Execução: Cortar a tela nas medidas indicadas, deixando mais 5 cm à volta toda para os acabamentos. Se possível, passar fita crepe ao longo dos 4 lados para não desfiar.
Marcar o centro da tela com carreiras de pontos de alinhavo. O gráfico mostra o motivo completo, com o centro indicado pelas setas. O bordado é feito em Ponto de Cruz Duplo e cada quadrado no gráfico representa 1 ponto completo (ver caderno de explicações). Bordar seguindo o gráfico e a legenda de cores. Terminado o bordado, fazer 1 carr. em Ponto Arraiolo ao longo dos 4 lados da peça, formando as franjas ao mesmo tempo (ver caderno de explicações). Dobrar o excesso de tela para o avesso e aplicar o tecido para forro com pontos invisíveis.

Compartilhe no:
  • Orkut

Tapetes de fibras naturais 0

Escrito el 26 abril, 2011 por admin

Fibras vegetais.
São os tecidos com o rami, sisal e juta, em teares mecânicos, podendo receber po-liéster na trama. Servem ainda como forração de ambientes.

Compartilhe no:
  • Orkut

Tapete Coxim 0

Escrito el 24 abril, 2011 por admin

Fabricação semi-artesanal.
Coxim:
Também conhecido por chenilhe, é confeccionado a partir de fardos de algodão cru. As mechas de tamanhos re-gulares são costuradas sucessivamente sobre um forro também de algodão. A operação se repete em toda a superfície do forro e o efeito sugere um agrupamento de franjas.

Compartilhe no:
  • Orkut

Tapete Durin 0

Escrito el 22 abril, 2011 por admin

Tapete Durin:
Nos tapetes conhecidos por essa designação, emprega-se a mesma técnica do kilin. A variação de cores, porém, obedece a uma gama de tons pastéis, obtidos também a partir de elementos da natureza.

Compartilhe no:
  • Orkut

Tapete Kilin 0

Escrito el 20 abril, 2011 por admin

Tapete Kilin.
Nessa modalidade são empregados a lã, o algodão e mais raramente a seda, fiados na roca e tecidos nos teares manuais com motivos geométricos que podem estilizar flores e animais. Uma de suas principais características é o jogo de cores, sempre fortes e vivas. Para obter essas tonalidades quentes, as fibras — quase sempre lã — são pintadas com corantes naturais, extraídos de plantas que soltam nódoas, como a romã, caroço de abacate, ou outras de cores fortes, como a beterraba, folhas de eucalipto, uva, açafrão, além de insetos e iodo.

Compartilhe no:
  • Orkut

Tapete Indiano 0

Escrito el 18 abril, 2011 por admin

Tapete Indiano:
É um tapete tecido com tiras de algodão, do tipo bandagem, tingidas previamente. A base que segura a trama também é de algodão e a peça pronta não possui avesso. Muito usados em ambientes rústicos.

Compartilhe no:
  • Orkut


↑ Top